Paulo Henrique Rodrigues Pinheiro

Blog sobre programação para programadores

Recobrando as forças

Amor

Deitado, nu, cansado. Preciso levantar-me, ir trabalhar, mas o corpo insiste em querer manter-se no mais absoluto repouso. Sinto cada parte de mim. Sinto o peso dos braços, das pernas, sinto meu coração pulsando, sinto minha respiração. Sinto cada parte de mim, entregue que estou, mas sinto especialmente a linda e amada mulher que me abraça, parte essencial de mim, e da qual também sou parte importante, que me abraça e me ama com o corpo e com a alma, enquanto recobramos as forças, enquanto escutamos a cidade pulsar, enquanto escutamos o silêncio, enquanto nos admiramos, nos sorrimos, enquanto não nos falamos, apenas nos sentimos.


Compartilhe:



Mantenha contato:

e-email twitter github