Paulo Henrique Rodrigues Pinheiro

Blog sobre programação para programadores

A estrela cantante

Amor

Um lindo cantar ecoa. Baixo, suave, afinado, emocionante, provocante... O vampiro escuta, reconhece. Ele já escutou essa cantante voz, uma vez. Vem das bandas de Lençóis Alados. Lembra que quando olhou pra quem cantava, encantou-se. Uma linda e brilhante e sorridente estrela. Alegre, radiante, encantadora. Só ele escutou. A estrela o cativou. Mas o fantástico é que a estrela o escolheu, a estrela decidiu-se por habitar outros céus, a estrela está vindo. A linda e cantante estrela, e uma linda estrelinha em formação. Os céus de Curitiba jamais serão os mesmos. Adeus monotonia, adeus mediocridade, adeus cinza.


Compartilhe:



Mantenha contato:

e-email twitter github