Paulo Henrique Rodrigues Pinheiro

Blog sobre programação para programadores

Cloud, agilidade e segurança fiscal

Foco, produtividade e legalidade no desenvolvimento de aplicações WEB.

Nas nuvens

A diversão

Programando e administrando um servidor Unix. Diversão pura. Ainda mais com uma instância funcional e gratuita por um ano.

Não nego, gosto das entranhas de um servidor Unix-like. Instalar, atualizar, configurar cada detalhe. Gasta-se um tempo, mas há uma sensação de poder indescritível.

Programando na linguagem que mais gosto, Perl, no sistema operacional que mais gosto, FreeBSD, a alegria é garantida, ainda mais usando git , vim, e ssh para algumas tarefas de automação e comunicação.

Apesar de ser um servidor, é uma máquina virtual em uma grande estrutura de incontáveis servidores reais. Não tenho que me preocupar com discos que queimam, cabos de rede que arrebentam, ou temperatura inadequada.

As consequências

Mas não é que essa estrutura gratuita, adequada em quase todos os aspectos, me trouxe um problema? Fiz uma atualização, publiquei, e não funcionou.

E a culpa não era do desenvolvedor (eu), mas sim do descuidado e desatento administrador (eu), com algo bem trivial: o espaço em disco esgotou.

Então a saída é comprar mais. Opa, a instância é gratuita... Alterações no produto usado cancelam a avaliação.

As possibilidades

Se é pra gastar dinheiro, então o melhor é pesquisar as possibilidades.

Pesquisei as três grandes possibilidades, e os preços até que não se diferenciam tanto. VPS ou Instância Cloud, Servidor Dedicado, containers. Deixei a tradicional hospedagem compartilhada de lado.

Óbvio que um servidor dedicado, por um preço razoável, traz muito mais prazer e trabalho. Uma máquina virtual (seja do jeito que for), já elimina todos os problemas com hardware, mas há ainda a preocupação com atualizações do sistema operacional.

Cada caso é um caso, e tenho projetos em que a única saída é um servidor dedicado (são os melhores projetos) mas o que precisava era um lugar para fazer funcionar um sistema WEB (os projetos mais rentáveis), que precisa ser constantemente atualizado, com melhorias incrementais.

Um container ao estilo Heroku ou OpenShift. Nem um nem outro, fiquei mesmo foi com uma empresa nacional, a Getup.

A tranquilidade

Além de todas as dores de cabeça relacionadas a equipamentos e software básico, estarei livre dos problemas fiscais decorrentes das recentes portarias da Receita Federal em relação a serviços de datacenter no exterior.

Então, se você quer ter credibilidade, esteja atento para não ser o centro do próximo escândalo nacional. Procure um bom contador e um bom advogado, ou uma empresa nacional que intermedeie ou forneça serviços na nuvem e lhe garanta tranquilidade fiscal.


Compartilhe:



Mantenha contato:

e-email twitter github